Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

Prospecção com Big Data Analytics: como fez o Banco Santander

Os bancos tradicionais tiveram que se adaptar para prospectar clientes com o uso da tecnologia. O Big Data Analytics auxilia neste processo.

Sim, o modelo tradicional de banco foi colocado em xeque com a chegada da tecnologia, a popularização da internet e, não menos importante, o surgimento das fintechs. A quantidade de informações que os banco tradicionais acumularam ao longo de anos, é impressionante. Mas é chegado o momento de adaptar e prospectar com tecnologia. Estamos falando de Big Data Analytics.

Com o aumento da exigência, principalmente por praticidade, por parte dos clientes e consumidores, o modelo tradicional de banco teve que passar por uma reinvenção.

Foi preciso adaptar-se à nova realidade para e utilizar a tecnologia a seu favor.

As informações passaram a ser, estrategicamente, compiladas e interpretadas por Big Data, agregando mais inteligência aos processos comerciais.

Para Mauricio Conti, fundador da wconnect, empresa líder nacional no uso de Big Data para inteligência de negócios, os bancos acumularam informações valiosíssimas sobre clientes e sobre o próprio mercado, mas é preciso interpreta-las.

“Utilizamos o Big Data Analytics e a inteligência artificial para classificar e compilar informações. O Big Data nos mostra o comportamento do cliente, por exemplo, esta informação auxiliar todo o sistema bancário na negociação com seu cliente. Ou seja, o Big Data é a melhor e mais viável alternativa para prospecção de clientes, independente do setor”.

Big Data na prospecção bancária

O Banco Santander, terceiro maior banco privado no Brasil, utilizou a tecnologia a seu favor. Com apoio do Big Data Analytics, a instituição alavancou a prospecção de clientes.

De acordo com Valencio Garcia, engenheiro formado pela USP e membro do conselho diretor da wconnect, com o uso do Big Data é possível ter uma assertividade de 86% das informações, consequentemente, leads mais qualificados porque a estratégia de abordagem muda.

Afinal, ao entender melhor seus clientes, o Santander teve capacidade de criar e oferecer produtos específicos para o seu público.

Assim, com o uso das informações geradas por Big Data, as estratégias comerciais da companhia foram reajustadas, gerando leads mais qualificados para o banco.

Artigo Original: altavista.news

Foto: divulgação.

Compartilhe este post:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

Participe do canal exclusivo da wconnect no Telegram.  Lá você recebera todas as novidades sobre Big Data, Inteligência de Mercado, Machine Learning e muito mais.

Google Notícias é um agregador de notícias e aplicativo desenvolvido pela Google. Siga o perfil da wconnect e receba todas as notícias diretamente no seu celular.

Artigos Relacionados

Contato
SOLICITE ATENDIMENTO

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade e com os Termos de Uso.

E-book Gratuito
COMO ALAVANCAR SUA CARREIRA EM ANALYTICS
capa-ebook-como-alavancar-sua-carreira-em-analytics-wconnect-lavoremio

Preencha abaixo para
receber o material

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade e com os Termos de Uso.